quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Pé de dinheiro

Quem não gostaria de uma mudinha de um pé de grana, hein? Mas a verdade é que, já diziam nossas avós, dinheiro não dá em árvore. E se você não nasceu rica, não ganhou na mega da virada e seu noivo também não é um ricaço, você deve estar como eu: fazendo milagre com seu dinheirinho, pra poder realizar o sonho do seu casamento.

Dizer que casar custa caro, que os olhos dos fornecedores crescem e os orçamentos inflam quando você diz a palavrinha mágica - CASAMENTO - é desnecessário. Não é à toa que a cada dia se multiplicam os blogs e sites ensinando dicas para gastar menos, tutoriais de DIY, relatos de noivas maravilhosas que tiveram ou estão tendo sucesso no projeto de casar gastando pouco ou quase nada.

Muitas devem ter situações financeiras similares à minha. Eu realmente não posso dizer que ganho mal (pensando em como vive a maior parte dos brasileiros). Somado à renda de Mr. Guerra, meu salarinho não faz feio. Mas também não estou nadando em dólares. Nosso carrinho popular já está sofrido, temos ainda uns 90% do financiamento da casa pra pagar, moramos longe pra caramba de onde trabalhamos, nunca viajamos pra Europa até hoje. Tem muitas coisas que queremos fazer, e esbanjar dinheiro não é uma delas.

Então, algo que eu já devia estar fazendo há muito tempo (mas melhor agora do que nunca) é gastar menos e guardar mais. Já faz meses que comecei a depositar uma grana na poupança, especificamente para os gastos do casamento. Mas, de repente, percebi que poderia estar guardando muito mais.

Pensando nisso, resolvi compartilhar com vocês algumas providências que tomei para economizar o rico dinheirinho e fazer valer o trabalho que é para consegui-lo! Porque encher o bolso é dureza, mas esvaziar requer somente um instante de distração (ou uma placa de "liquidação").

São coisas simples, até porque não sou nenhuma especialista no assunto. Talvez muitas delas você até já faça. E se você souber como investir e fazer render a bufunfa, compartilhe seus conhecimentos!

Minha primeira dica é fazer um controle dos gastos mensais. No grande Oráculo você encontra várias planilhas de controle mensal de gastos disponíveis para baixar. Mas também pode inventar um esquema mais simples aí no seu Excel ou num caderno mesmo. O importante é identificar pra onde está escoando o seu dinheiro.

Lá em casa quem cuida da planilha é Mr. Guerra (yes! Detesto fazer essa parte). Eu apenas forneço os dados para ele abastecer o controle mensal. Vendo tudo que você gasta num mês, dá pra ter uma noção mais exata de quanto custam aqueles cafezinhos com pão de queijo no meio da tarde, as comprinhas da hora do almoço, as extravagâncias no mercado (eu e os queijos finos!)... 

Depois eu conto outras dicas, pra você não perder muito tempo lendo esse texto. Porque - né - tempo é dinheiro.

Beijinhos!

4 comentários:

Erika. C. disse...

Estamos no mesmo barco e ainda estou sofrendo tentando dar a entrada no apê! Dicas são sempre bem vindas!

Beijos,

http://anoivamaisfelizdomundo.blogspot.com

Larissa disse...

Nossa falou uma verdade. Nessa fase sempre é dificil poupar. O segredo é ter metas e cumpri-las. Sempre guardar um pouco pra emergencias e poupar para realizar os sonhos.
BJo

Carolina disse...

Hoje mesmo eu estava lendo sobre uma menina que pediu um orçamento sendo sincera sobre o local onde ia casar e, quando achou que estava muito caro, mandou um email falso com outro nome dizendo que seria em outro lugar e deram um orçamento uns 3 mil mais barato!

Dá uma raiva... =/

=***

Beatriz Cereghini Martins disse...

Oiii, tudo bem?

Meu nome é Biah e sou uma blogueira desse mundo casamenticio!
Minha intenção é ajudar o maior nº de noivas possível.. então vim aqui pra te convidar a dar uma passadinha lá no blog e quem sabe, até segui-lo!

www.comumpenoaltar.blogspot.com

Te espero lá!
Beijos